Dicas: Segurança no pedal com LOCTOME - monitoramento de trajetos

0 comentários
        Aí galera tenho uma boa dica pra turma do pedal! Tenho usado ultimamente um programa muito interessante para Smartphones Android que serve para que outras pessoas possam me acompanhar pela internet os trajetos que estou pedalando nos meus treinos ao vivo (de outro celular, computador, tablet, etc...). O LOCTOME (link para baixar aqui)

    É realmente algo muito interessante, pois aumenta bastante a sensação de segurança principalmente durante os treinos que efetuamos sozinho.

      É um programa muito simples de ser usado e funciona em qualquer smartphone com sistema Android que tenha GPS e um plano de dados para estar conectado na internet enviando os dados. Gasta poucos dados do seu plano, e pode ser usado junto com outros programas, como Strava, Endomondo e similares.

      Nos meus testes, o consumo de bateria não aumentou muito, mesmo usando com Strava.

    O uso é simples. Você cria uma conta (gratuita), abre ele no seu celular clica em INICIAR e compartilha o link do trajeto pra quem você quiser (familiares, amigos...) através de Whatsapp, email, Facebook, ou qualquer outra rede social.

    As pessoas que receberem este link, poderão acompanhar suas pedaladas ao vivo, através de um mapa de forma muito simples e prática!

Esse programa também é utilizado pra viagens de carro, moto, avião, e muitos outras!










Continue lendo...

Dicas: Conectar GPS Garmin no Smartphone para transferir dados * Android

2 comentários
          Depois de muito tempo utilizando meu GPS Garmin Edge 305 (sim, já ultrapassado, mas funcionando perfeitamente bem!), sempre tive de conectá-lo ao PC ou Notebook para transferir os dados de minhas pedaladas para o Garmin Connect, Strava e outros serviços, com a finalidade de analisar meus desempenhos. Sempre achei isso uma chatice, ainda mais depois que o Garmin Connect nos fez o favor de bloquear seus plugins nos navegadores mais populares (Firefox, Chrome e IE) dificultando em muito a transferência para os sites citados acima!

            Comecei uma busca incessante de outros meios, mais práticos, para realizar isso, e para minha surpresa, descobri um app para Smartphones Android que foi uma "mão na roda"! Basta ir na loja da Google Play, pelo próprio Smartphone, e baixar o app Uploader Garmin.

          O Uploader Garmin  nos permite realizar a transferência de todos os exercícios gravados no GPS Garmin, diretamente para nosso Smartphone. Ele possui ainda opções de realizar o upload deste dados diretamente para os mais conhecidos serviços de análises e monitoramento dos dados, como Strava, Connect, Endomondo, SporTracks, Runtastic, e outros.

           No meu caso, utilizei um cabo OTG para conectar meu GPS Garmin Edge 305 ao celular, logo em seguida ele já reconheceu, daí foi só clicar em "get activities" que ele iniciou o download de todos os dados dos percursos gravados no GPS.

         Alguns modelos de GPS Garmin nem necessitam se conectar via cabo, pois existe também a opção de tranferência via ANT+.

        Infelizmente não são todos os Smartphones que são compatíveis com este app, pois será necessário que ele tenha as opções de OTG ou ANT+ para se conectar ao Garmin. Também é necessário que seu Garmin esteja na lista de dispositivos suportados pelo programa Uploader Garmin. Portanto, verifique tudo isso antes de quebrar sua cabeça tentando fazer funcionar.

       Este programa e gratuito para teste, possibilitando apenas um upload por vez para seu dispositivo, caso goste, poderá comprar a versão completa através das opções que irão surgir após o teste com êxito.

                                   

                                  

Continue lendo...

Dicas: câmeras GOPRO e similares

0 comentários
         Vou expor um pouco da minha opnião  e experiência sobre essas câmeras que viraram febre para quem pratica esportes e, como não poderia ser diferente, foi rapidamente aceita pelos ciclistas.

          Essas câmeras esportivas são pequenas, leves, resistentes e possuem muitos recursos. Sua lente capta imagens em formato "wide", o que ajuda a cobrir uma grande área, aumentando assim a sensação de realidade e emoção nas fotos e vídeos.

          Hoje existem, além dos modelos da já tradicional GOPRO, outros vários modelos asiáticos que inundaram o mercado, agradando por causa de seus preços bem mais acessíveis. Mas como tudo, existe um grande porém nesses modelos asiáticos... Até o melhor deles não consegue chegar ao patamar de qualidade que a GOPRO proporciona. Uma das únicas que chega mais próxima seria a já consagrada Sony, que também lançou sua câmera esportiva com muitos recursos e qualidade.

        Eu mesmo tenho uma xing-ling que comprei pelo Ebay. Paguei barato, se comparado às GoPro... Mas mesmo tendo pesquisado exaustivamente para tentar escolher a melhor dentre as similares asiáticas, ainda não fiquei satisfeito com o modelo adiquirido. A qualidade das imagens não são tão nítidas, quando é colocada em algum suporte, seja no capacete, guidão, canote ou cinta peitoral a imagem fica muito tremida. Isso me deixou extremamente decepcionado. Lógico que não esperava uma qualidade igual à da GoPro em uma xing-ling de 1/4 do preço, mas chegar ao ponto de não se conseguir visualizar trechos de um vídeo devido aos tremidos da imagem me deixa bem frustrado!

       Resumindo: se você procura uma câmera esportiva para uso em MTB, nas trilhas e estradas esburacadas, recomendo investir em uma GoPro. Agora, se sua intenção é filmar parado, enquanto a turma passa e faz manobras, e não se importa tanto com excelência na imagem, aí até compensa uma xing-ling pra brincar com os vídeos.

Continue lendo...

Dicas: Segurança ao pedalar - Monitore seus trajetos online!

3 comentários


     Olá amigos do blog!
     Hoje irei deixar aqui uma dica muito interessante para quem deseja ter mais segurança ao pedalar... , seja por medo de roubos ou assaltos, quedas e lesões, perda de caminho
     Imagine-se na seguinte situação: você num simples passeio de bike, sozinho por uma trilha que já está muito acostumado à passar, e que por este motivo imagina que muita gente conhece o caminho e que não há perigo algum, e por um segundo de distração sofre uma queda que te impeça de continuar o pedal, ou pior, te faça perder os sentidos... Parece trágico não é mesmo? Mas quem pedala já à algum tempo sabe que é uma situação não muito difícil de ocorrer! E então? Como você se comportaria? Muitos pensam o seguinte: se por sorte não estiver desacordado, pego o celular e peço ajuda!... Mas pense: você sem poder se locomover, em uma trilha de difícil acesso, depender de uma pessoa que nunca passou por lá para te socorrer... Como explicar o caminho? O socorro pode demorar muito... Se for fim-de-tarde, pode piorar e escurecer... Pois então!? Não querendo dramatizar demais... Mas pode ocorrer tal situação! O melhor seria estar preparado não é mesmo?
     Uma excelente alternativa que podemos contar nos dias de hoje, está ao alcance da maioria! E o melhor! Bem nos nossos bolsos! Nosso aparelho celular Smartphone!
Existem hoje várias opções de programas para Smartphones Android ou Iphone que permitem efetuar o rastreio do seu trajeto e posicionamento de forma online, utilizando-se dos dados do GPS e conexão com a internet.

Continue lendo...

Cachoeira da Bomba (49 km)

0 comentários
Grau de dificuldade: 4 (de 1 à 5, sendo 1 o mais fácil)
Distância:   49 Km giro total
Caminho: estrada terra

     Localizada entre as cidades de Três Pontas e Varginha, seguindo pela antiga estrada de terra que une os dois municípios, a apelidada "Cachoeira da Bomba" é uma exuberante queda d'água escondida no meio da mata.

     De difícil acesso, o último quilometro perto da cachoeira passa por estradinhas secundárias e mal cuidadas, além de ser necessário atravessar um pasto, equilibrando a bike pelas trilhas estreitas e profundas formadas pelo gado e enchorradas.

     Mas o restante do caminho é bem tranquilo, pois pega um longo trecho do estradão Três Pontas/Varginha, e ainda tem-se a opção de ir pelas estradas da região do "Rancho Grande" e "Mata" que acaba por encurtar um pouco o caminho e proporciona belas paisagens devido à altitude.

     A cachoeira em si é realmente um ótimo local para se visitar, principalmente em dias quentes, pois além da beleza, dá até pra entrar embaixo da queda d'água e se molhar em uma piscina natural formada bem no fim da queda. Há também uma forma de se chegar até a cabeceira da queda, mas é bom tomar cuidado, pois é bem alta e escorregadia, além de se ter que passar por uma cerca fechada e descer por um barranco no meio do matagal. A forma mais fácil é estudar o mapa abaixo, e de preferencia ter um GPS.

     Resumindo: quem deseja realizar um passeio cicloturístico, gosta de belas paisagens e tem espírito aventureiro, este é o local!










Continue lendo...

1º Desafio Mountain Bike Serra da Boa Esperança - 20/10/2013

0 comentários

Continue lendo...

Copa World Bike de Ciclismo em 15/09/2013

0 comentários

Continue lendo...

Alfenas - seguindo por terra (97 Km)

0 comentários
Grau de dificuldade: 5 (de 1 à 5, sendo 1 o mais fácil)
Distância:  48,5 Km parcial até o destino (inicio na saída por terra p/ Pontalete)
Caminho: estrada terra
.
O caminho por estradas de terra para a cidade de Alfenas, saindo de Três Pontas, torna-se curto (43 Km), se comparado à distância por asfalto (95 Km), e é muito utilizado pelos moradores das redondezas, principalmente em épocas de pouca chuva, quando as estradas estão em melhores condições.

Saindo de Três Pontas pela estrada com sentido ao Pontalete, até a altura da Escola Municipal Agrícola (15 Km), onde se entra à direita no trevo com sentido ao Córrego do Ouro (distrito de Campos Gerais) por cerca de mais (15 Km).

Após Córrego do Ouro o caminho segue sentido à balsa para a cidade de Fama (+ 5 Km). Geralmente a balsa não cobra nada de ciclistas, isto se tiver veículos esperando por ela, caso contrário a travessia fica em torno de R$ 10,00.

Continue lendo...

Fama - por asfalto (96 Km parcial)

0 comentários
Grau de dificuldade: 5 (de 1 à 5, sendo 1 o mais fácil)
Distância:  96 Km parcial até Fama
Caminho: estrada asfalto


     Pra quem deseja unir um bom treinamento por asfalto, junto à um destino com belas paisagens, esta pode ser uma ótima opção.
   
     Fama, como já foi descrita em outro post, é uma cidade bem conhecida aqui na região sul do estado de MG. Está situada às margens da represa de Furnas, o que à torna uma boa opção de lazer em dias quentes, carnaval e feriados. É um lugar realmente muito agradável!

     O caminho, saindo de Três Pontas sentido à Varginha, pega a MG-165 (sem acostamentos e cheia de curvas), margeia Varginha, e depois pega-se a rodovia sentido Elói Mendes seguindo até bem próximo de Alfenas, por uma rodovia em excelente estado de conservação, com bom acostamento, vários trechos com terceira faixa, e belíssimas paisagens. Importante destacar também: bastante trechos de longas subidas de descidas.

Continue lendo...

Nepomuceno - caminho por terra (76 Km)

0 comentários
Grau de dificuldade: 4 (de 1 à 5, sendo 1 o mais fácil)
Distância: 38 Km parcial até o destino (inicio no trevo para Santana da Vargem)
Caminho: estrada terra
.
O grau de dificuldade deste trajeto deve-se basicamente à distância total percorrida (ida e volta) que chega aos 80 Km, caso se pretenda realizá-lo inteiramente pelo estradão de terra que liga Três Pontas à Nepomuceno. Mas há também a opção de realizar a volta pela rodovia, o que acarretaria em um aumento de 10 Km no total do trajeto, chegando aos 90 Km.

É um bom trajeto para quem deseja um treino caprichado para enfrentar corridas de bike em maratonas em torno dos 80 Km de distância. A estrada, muito bem cuidada em toda sua extensão, é recheada de longos trechos inclinados intercalados com retas, o que permite um treino tanto de força quanto de resistência, proporcionando algo bem parecido com o que se enfrenta nas corridas.

A estrada possui um trafego de veículos bem constante, principalmente durante dias úteis, devido à elevada quantidade de fazendas e estradas secundárias que desembocam por todo o percurso. Em época de safra de café o cuidado deve ser ainda maior! Pois além do aumento no movimento de veículos e máquinas agrícolas, o tempo seco deixa a estrada bem poeirenta, redobrando o perigo. A sugestão é de executar o trajeto aos domingos e feriados.

Um ótimo treino à todos!

Continue lendo...

BlogBlogs.Com.Br